quarta-feira, 26 de novembro de 2014

: Família, abrace a síndrome de Tourette, comece em casa.

           Abraçar a Síndrome de Tourette


Foto retirada do google



O funcionamento familiar deve adaptar-se à presença da nova síndrome.

 Dois itens são importantes e devem ser observados: padrões rígidos e a dificuldade de mães e pais em aceitar a realidade . Estes , podem deixar algumas sequelas no desenvolvimento da criança ou adolescente.

 Cada família tem seu tempo de ajuste, não existe um modelo a ser seguido. Mas existe o básico e fundamental: o entendimento  de como a síndrome funciona . ( movimentos involuntários, sons, surgimento de algumas compulsões, são alguns exemplos que devemos entender) Este pequeno e útil entendimento contribui para evitar que por desconhecimento  de algum familiar, a criança ou adolescente, seja taxada de inconveniente ou de fazer algo de propósito.

 Os laços que nossas crianças e adolescentes formam com a família são parte do sucesso da sua vida , e é a base para enfrentar com sabedoria e confiança ,a falta de informação da sociedade quanto a sua síndrome.
Então, para o bem-estar da criança ou adolescente : família, abrace a síndrome de Tourette, comece em casa.

DT












Nenhum comentário:

Postar um comentário